Viver na Igreja sem amor ao seu próximo = FINGIR.

SE ALGUÉM DIZ: EU AMO A DEUS, E ABORRECE A SEU IRMÃO, É MENTIROSO. POIS QUEM NÃO AMA A SEU IRMÃO, AO QUAL VIU, COMO PODE AMAR A DEUS, A QUEM NÃO VIU? João 4:20.
O IDEAL SERIA A PESSOA SABER AMAR, O TANTO QUANTO SABE FINGIR

E dele (Deus) temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão. João 4:21.

Hoje 02 de setembro de 2013, devido a vários acontecimento de agravo contra a minha pessoa, Pr. Tiago Nascimento, que por mais de 1 ano na Igreja de Cristo em Vila Missionária/SP, a família de Marcelo Correa da Silva, tem me confrontado sempre na saída de cultos para discussão e com palavras de baixaria, pondo em diminuição o meu pastorado, e que por ultimo a sua própria filha Kamila Correa Rodrigues, reservou-se ao lugar de juiz e vigia da fé, expondo a mim e minha esposa à ridicularização no âmbito congregacional, desobedecendo todas as normas estatutárias e regimental deste ministério. No dia 31 de agosto em reunião de assembleia a família de Marcelo Correa da Silva se juntou para usar do tipo de manifestação ocorrida no Brasil recentemente, pois dentro da igreja usou palavras de ordem como: "A assembléia é soberana, fora o pastor Tiago Nascimento, fora o pastor Tiago Nascimento, em coro repetido". Esse tipo de manifestação dentro de igreja é mundana e imoral, é confrontar o Espírito Santo de Deus e sua obra. Assim não houve ordem e nem decência por parte deles, nem respeito pelo meu ministério. As Igrejas de Cristo No Brasil, não em todas as localidades, mas aqui na região sudeste, tem tomado uma direção errônea e brutal quanto aos ministros na obra de Deus, forçando que os membros entrem em questões contra os dirigentes, para que estes saiam logo da direção do trabalho. A Igreja de Cristo não foi edificada sob o sacrifício de Jesus Cristo, ma cruz do Calvário, para que acontecessem estas coisas: ter crentes rebeldes, insubmissos, desleais, arrogantes, presunçosos, avarentos, detratores, carnais, falsos e fingidos.
Assim, eu e minha esposa tomamos a decisão de não mais pertencer ao Ministério da Igreja de Cristo no Brasil, por falta de respeito, por imoralidade e insubmissão da família de Marcelo Correa da Silva, à palavra de Deus e seus mandamentos (ICo. 4:1). 
Continuo com este blog, e o tema sempre será MISSÕES. O trabalho que o Senhor Deus colocou em minhas mãos para ser feito na sua obra, não vou perder o foco. A Seara é muito grande e poucos são os ceifeiros. Se não querem a mim neste ministério; a seara do Senhor Jesus Cristo, para a colheita, é muito grande, e tenho onde trabalhar para o Senhor Jesus em paz.
Igrejas onde os membros dizem que amam os irmãos, mas negam essa eficácia, tramando em suas casas como castigar o pastor com palavras de ofensas, tais pessoas são mentirosas quanto à sua confissão fé. No ministério da Igreja de Cristo no Brasil, prega-se e ensina-se que "uma vez salvo, salvo para sempre. Porém o texto de João 4:20, diz: Se alguém diz: Eu amo a Deus, e aborrece a seu irmão, é mentiroso... Logo o mentiroso não tem entrada no reino Deus e de Jesus Cristo, conforme Apocalipse 21:8. Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicários, e aos feiticeiros, e aos idolatras e a todos os MENTIROSOS, a sua parte será no LAGO QUE ARDE COM FOGO E ENXOFRE; o que é a segunda MORTE. Aos leitores compromissados com a obra de Deus no Brasil e no mundo, peço perdão por estar expondo o que sinto e de como fui ofendido moralmente juntamente com minha esposa, pois até a chamaram de cachorra (palavras dirigidas pelo vice Pb. José Mário Petrocini). O texto de João 4:21 nas igrejas de Cristo, tem se tornado difícil de atender. A medida da paciência chegou ao fim na Igreja de Cristo em Vila Missionária/SP.
Postar um comentário

Compras no site TiagoNeto

Pesquisa personalizada