ELEIÇÃO DOS ELEITOS DE DEUS.


Os eleitos partidários não conhecem isto. Voce é quem os escolhe.



Efésios 1:3,4. - 3 Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; 4 Como também nos ELEGEU nele antes da fundação do mundo, para que fossemos santos e irrepreensíveis diante dele em caridade.
Reflexão equilibrada: No Brasil no mês de outubro de 2012 haverá eleições municipais. E sempre aqui ouvimos os candidatos proclamarem que eles precisam de seu voto. Repito: precisam de seu voto. Daí em diante, depois de eleitos, você nada mais pode fazer, por quê? Porque as promessas foram só eleitoreiras, para convencer você que eles falam a verdade, são certinhos, e que vai te ajudar. Daí surge diretivas contrarias àquela que você acreditou que fariam, mas como estes foram eleitos por homens falhos e sem conhecimento do futuro; você fica a ver e ouvir somente as notícias de desgostos e outras coisas absurdas como: política suja, falta de amor ao próximo, roubos na economia oficializada por prerrogativa que não acabam mais, infidelidade partidária, autoritarismo, corrupção que afeta a honra e a moralidade deles mesmos. Mas, quais serão a saída e solução? Digo como orienta a palavra de DEUS. Bem aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança. Salmos 33:12.
Assim, existe uma eleição determinada pelo Senhor aos que O obedecem; esta que na presciência de Deus, é a todos àqueles que se convertem ao Senhor pela pregação da sua palavra; foram eleitos para serem santos e irrepreensíveis diante dele (Jesus). Nesta eleição você não precisou ser um candidato, fazer discursos, fazer promessas, mas a única coisa que fizestes foi: Em quem também vós estais; depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa – Efésios 1:13. Bom, como o eleito de Deus deve prosseguir a sua vida honesta em amor, algumas formalidades que a palavra de Deus distingue devem ser observadas tais como: inveja, porfia e rebelião: Não tenha o teu coração inveja dos pecadores; antes sê no temor do Senhor todo o dia. Salmos 23:17. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria... 1 Samuel 15:23 a. Caso alguém entre por esses caminhos carnais, o fim é a rejeição, até por parte de seus parentes. E como conseguirás ganhar a alegria do teu próximo? É ensinado que o homem público, o homem de negócios e outros envolvidos com o status social devem alcançar o patamar do sucesso, mas isto é soberba declarada. Então leia o que diz a palavra do Senhor: Ainda que o Senhor é excelso, atenta para o humilde; mas ao soberbo conhece-o de longe. Salmos 138:6. Vivendo uma vida simples e dedicada ao Senhor, com amor e fidelidade alcançarás benevolência do Senhor por toda a tua vida. Outra formalidade desejada por muitos, para se colocarem acima do seu próximo, mas depois caem no descrédito, por não buscarem ser sábios e temer ao Senhor. O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e a ciência do Santo a prudência. Provérbios 9:10.  Os eleitos do Senhor ficam cheios de sabedoria e ciência do Senhor, por saber temer ao Senhor, e até os seus dias são aumentados. O temor do Senhor aumenta os dias, mas os anos dos ímpios serão abreviados. Provérbios 10:27. Saber governar bem começa na sua própria casa, e depois se estende à comunidade, à igreja, a outras atividades legais na igreja e na sociedade. Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia. 1 Timóteo 3:4. E ainda terás a facilidade de governar coisas grandes e complicadas. Não se afaste destes desafios, busque ao Senhor e tudo ficará claro. Vede também as naus que, sendo tão grandes, e levadas de impetuosos ventos, se viram com um bem pequeno leme para onde quer a vontade daquele que as governa. Tiago 3:3.
No Reino de Deus, aos eleitos são dados talentos para usarem com excelentes resultados para àquele (Jesus) que lhe confiou este magnífico trabalho. E, toda capacidade individual, deve ser gasta, para poder receber acréscimos, devido a promessa de sermos governantes no Reino Milenial.  E a um deu cinco talentos, e a outro dois, e a outro um, e cada um segundo a sua capacidade, e ausentou-se logo para longe. Mateus 25:15. Isto é uma grande dádiva do Senhor, que deu talentos extraordinários aos eleitos, para negociar e granjear mais talentos. Então os possuidores de talentos que é segunda a sua capacidade; pois  aquele que tinha cinco talentos foi fiel e comprometido com o Reino de Deus foi e ganhou mais cinco, também o que tinha dois foi e ganhou mais dois. Mas, o que tinha um talento, desprezou a sua própria capacidade, se achou inferior, sem vontade, não tinha ousadia, era temeroso, isto é, tinha muito medo do seu Senhor, o considerava como um carrasco, exigente e sem condolência. Este para piorar a sua própria situação de insatisfação: foi e enterrou o único talento. É uma amostra de que uma aplicação imediata e futura não estava em seus planos. Porem chegou o seu Senhor para vir pedir contas da aplicação dos talentos, e para surpresa do que tinha dez talentos, por que tinha cinco e ganhou mais cinco, a este foi dado mais um talento. Ora como eleitos de Deus, os talentos são muito importante, porque nesta experiência terrena, preparada está a governança e autoridade futura no Reino de Deus, “sobre dez cidades terás autoridade”.  Lucas 19:15-26 – 15 E aconteceu que, voltando ele, depois de ter tomado o reino, disse que lhe chamassem aqueles servos, a quem tinha dado o dinheiro, para saber o que cada um tinha ganhado, negociando. 16 E veio o primeiro, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu dez minas. 17 E ele lhe disse: Bem está servo bom, porque no mínimo foste fiel, sobre dez cidades terás autoridade. 18 E veio o segundo dizendo: Senhor, a tua mina rendeu cinco minas. 19 E a este disse também: Sê tu também sobre cinco cidades. 20 E veio outro, dizendo: Senhor, aqui está a tua mina, que guardei num lenço; 21 Porque tive medo de ti, que és homem rigoroso, que tomas o que não puseste, e segas o que não semeaste. 22 Porem ele lhe disse: Mau servo, pela tua boca te julgarei; sabias que eu sou homem rigoroso, que tomo o que não pus, e sego o que não semeei; 23 Por que não meteste pois o meu dinheiro no banco, para que eu, vindo o exigisse com os juros? 24 E disse aos que estavam com ele: Tirai-lhe a mina, e dai-a ao que tem dez minas. 25 (E disseram-lhe eles: Senhor, ele tem dez minas). 26 Pois eu vos digo que a qualquer que tiver ser-lhe-á dado, mas ao que não tiver até o que tem lhe será tirado. O eleito de Deus faz tudo o que o Senhor manda, e ainda mais o que sabe que é para ser feito, porque ama ao Senhor Jesus. Porem há aqueles que só sabem fazer o que é mandado, sempre mandado. Lucas 17:9,10. 9 Porventura dá graças ao tal servo, porque fez o que lhe foi mandado? Creio que não. 10 Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer.
Meditando: No Reino de Deus, como eleitos, primeiro para salvação eterna, através de Cristo Jesus; depois ao serviço do Mestre nesta terra, e vivendo uma vida santa, honesta, de moral elevada diante deste mundo pecaminoso, desobediente, corrompido, e sem afeto natural. Temos usado este privilegio dado pelo Senhor, para anunciar as boas novas de vida interminável Nele, para muitos crerem no Senhor Jesus. Quantas vidas tens ganhado para o Senhor, que creditou em nós a sua palavra e o poder de ação dela?
Postar um comentário

Compras no site TiagoNeto

Pesquisa personalizada